Tourist Information Guide

Histórias Reais de Roubo de Carro em Barcelona - Dicas de Segurança para Ajudar a Garantir que Você Tenha Segurança ao Dirigir na Cidade

Page Content

Nos últimos meses, recebemos vários relatos de roubo de carro, enviados por visitantes do site que visitaram Barcelona com seus próprios veículos ou após alugar um carro.

Nosso objetivo com esse artigo é chamar sua atenção para alguns roubos, praticados por indivíduos inescrupulosos, a turistas ao dirigirem seus carros dentro e em torno do centro da cidade.

Estamos cientes de que é muito fácil um artigo como este, que tem a intenção de ser informativo e conscientizar, pode acabar preocupando os visitantes. Esperamos que você leia este artigo e extraia dele somente as informações de conscientização que ele trará e não qualquer forma de preocupação que seria, na maioria dos casos, infundada.

Lembre-se que milhares de turistas dirigem no centro da cidade todos os anos sem problemas.

O primeiro relato foi enviado pela Sra. Lesley Lister, do Reino Unido

“Por que o seu site não alerta as pessoas do risco de ladrões de carro em Barcelona? Se tivesse havido uma menção desta atividade frequente (4/5 das ocorrências diárias em uma só delegacia de polícia), eu teria tomado medidas de precaução.

Eles cortam os pneus do carro do visitante, enquanto estamos parados no semáforo e, então, esperam o pneu murchar.

Daí, uma gangue de quatro ou cinco homens roubam as coisas do carro enquanto o motorista está tentando trocar o pneu.

O predomínio debatedores de carteira é conhecido em Barcelona e visitantes mais sensatos tomam razoáveis precauções, mas não há menção em nenhum lugar na web de ladrões de carro”

Obrigado, Lesley, espero que esta nova página faça algo para ajudar a reduzir o roubo de carro em Barcelona. Aqui estão alguns relatos de outros visitantes do site, que visitaram a cidade com seus carros:

O relato seguinte foi enviado pelo Sr. Sanderson, do Reino Unido

“Como muitos, minha esposa e eu tivemos uma excelente viagem a Barcelona. Desfrutamos dos pontos turísticos e restaurantes. Nos mantendo sempre alertas sobre a ameaça dos batedores de carteira passeamos pela cidade sem bolsas à mostra etc e evitamos a experiência de um roubo nas ruas. Isso foi até que saímos de Barcelona em um carro alugado.

Nosso roteiro fora de Barcelona foi pela ‘Diagonal’, seguindo em direção à estrada A7. Conforme saímos do último conjunto de semáforos antes de entrar na A7, eu percebi que um dos pneus traseiros tinha um furo.

Por segurança, eu encostei o carro numa via de ligação saindo da estrada para que eu pudesse entrar em contato com a empresa de aluguel do carro e trocar o pneu. Como sempre, o estepe estava localizado dentro do porta-malas. Então, nossa malas tiveram que ser retiradas do porta-malas.

Coloquei a mala de mão dentro do carro e as malas ao lado do carro. Conforme eu estava tirando o pneu furado de dentro do porta-malas, um motoqueiro se aproximou da traseira da carro e se ofereceu ajuda, pois ele disse que era um mecânico.

Eu recusei sua ajuda mas ele, provavelmente, distraiu a mim e à minha esposa por cerca de 15 ou 20 minutos antes de ir embora.

Após trocar o pneu, descobri que uma mala e um celular tinham sido roubados do carro. Ao reportar isso à polícia local, descobri que fui vítima de um intencional pneu furado, que é geralmente causado por um motoqueiro, quando seu carro está parado no semáforo. Certamente, ao parar no primeiro local seguro, me coloquei à mercê do golpe, que claramente envolveu uma segunda pessoa, escondida nas proximidades onde eu parei.

Por ter sido tão cuidadoso, eu me senti um bobo por cair nesse golpe, mas fui informado pela polícia que isso acontece várias vezes todos os dia. Várias lições aprendidas com essa experiência, mas o mais importante, ao sair de Barcelona de carro, não tenha mapas à mostra dentro do carro (o único modo pelo qual eu poderia ter sido reconhecido como turista) e mantenha o carro trancado, mesmo quando estiver dentro do carro"

Então, eu perguntei ao Sr. Sanderson se havia alguma coisa que ele poderia recomendar aos visitantes de Barcelona com carros, se eles vivenciarem um evento semelhante. E esta foi a resposta do Sr. Sanderson:

" Me surpreende que motoqueiros percorram a Avenida Diagonal procurando por alvos fáceis. A única coisa que eu acredito que possa ter indicado ao motoqueiro que éramos turistas foi o fato de que minha esposa tinha um mapa no colo. Possivelmente, isso foi o que nos destacou dos demais motoristas. O carro não era um veículo óbvio de aluguel. Não havia nenhum adesivo etc

Penso que eu poderia ter continuado a dirigir o carro até uma área mais povoada, onde mais pessoas estivessem ao redor. O pneu estava furado e acho que eu estava pensando no dano ao veículo. Pensando bem, eu acredito que poderia ter continuado a dirigir, independentemente do dano que isso pudesse causar ao carro

As principais lições para mim foram
1) não tenha nada visível dentro do carro, nem mesmo um mapa;
2) se você tiver que parar para trocar um pneu, certifique-se de trancar as portas do carro, incluindo o porta-malas.
3) se um motoqueiro se aproximar, esteja atento, não vá em direção à pessoa. Se for o caso, volte para o carro e tranque as portas até que a pessoa vá embora.

Ao refletir sobre um evento como esse, ficamos contentes por não ter sido pior.
O pneu foi evidentemente furado por um instrumento afiado, que tipo de objeto, eu não sei, mas ele poderia ter sido usado como uma arma contra nós. Ideias assustadoras mas quem sabe? A segurança pessoal parece ser o importante, perder uns poucos pertences e algum dinheiro é uma inconveniência menor em comparação.

Espero que isso ajude outras pessoas, de algum modo, a permanecerem seguras numa cidade maravilhosa”

Obrigado, Sr. Sanderson, por um relato tão detalhado e criterioso. John, (Editor do BTG)


Outro relato surpreendente foi enviado por Omar Huntly, dos EUA

Falso policial em Barcelona

“Em nosso último dia de visita a Barcelona, meu amigo e eu estavamos caminhando do hotel até a estação de trem [uma caminhada de 15 minutos], levando nossas bagagens, para pegar o trem para Nice. Conforme estávamos andando, um carro com três homens parou ao nosso lado e solicitou, pela janela aberta, que nós parássemos e fôssemos até o carro. Continuamos andando. Então, um homem mostrou um distintivo pela janela e disse que eram policiais. Sabendo que não tinhamos feito nada errado, nós continuamos andando.

Esses homens não estavam de uniforme e nem em um carro de polícia. No entanto, eles encostaram o carro no meio-fio, entre os carros estacionados, pelo menos três vezes tentando nos intimidar a parar e ir até o carro. Isso aconteceu durante o horário da siesta, então as lojas em frente das quais passamos estavam fechadas e ninguém mais estava na rua.

Felizmente, chegamos a um cruzamento movimentada e, quando atravessamos, não os vimos mais.

O fato de meu amigo e eu sermos homens fortes, eu com 1,82 metros de altura, não pareceu incomodá-los.”


Aqui está um relato de Sheri Pilgrim, dos EUA:

“Voltamos de Barcelona e fomos roubados por homens em scooters, que apunhalaram nosso pneu traseiro direito e, então, nos seguiram.

Na primeira vez (que vim à cidade), eles roubaram minha carteira porque eu fui muito bobo de ir até a traseira do carro conversar com um homem numa scooter, que estava nos dizendo onde se localizava a oficina. Conforme conversávamos, um segundo homem pegou minha carteira e correu para subir numa outra scooter dirigida por outro homem.

Então, no caminho para fora da cidade, paramos num semáforo para entrar na rodovia, e nosso pneu estava furado novamente. Dirigimos por todo o caminho até Batalona, para encontrar uma oficina, com as scooters nos seguindo. O pneu estava cortado e, por sorte, falávamos um pouco de espanhol.

Desde então, ficamos sabendo que isso é um problema comum. Lição aprendida. Não pare até encontrar uma delegacia de polícia? Você tem sugestões?

Eu realmente amo Barcelona e quero voltar, mas acho que perdi cerca de 5 anos da minha vida. Apenas em saber que eles estão te observando, você se sente vulnerável.

Minha recomendação é: não dirija em Barcelona, a menos que realmente você tenha que fazer isso. Infelizmente, nós tivemos.”

Um novo tipo de roubo, relatado por Monique, dos EUA

Minha família foi vítima de uma outra forma de roubo de carro em Barcelona, em maio. Estávamos dirigindo na rodovia AP 7, antes dos pedágios para a rodovia C33, sentindo Barcelona, quando um carro se aproximou do nosso pelo lado do motorista. Ouvimos um barulho alto e as pessoas nesse carro apontaram para o nosso pneu, do lado do passageiro do nosso carro, como se houvesse um problema com o pneu. (Em retrospecto, eles provavelmente jogaram uma pedra grande contra o carro). Quando paramos no acostamento e meu marido saiu do carro para checar o pneu, dois homens correram até o carro, abriram as portas e roubaram minha bolsa, que estava no assento, ao meu lado, no banco de trás do carro. A bolsa tinha nossos passaportes, algum dinheiro, um cartão de crédito e uma câmera digital. O único motivo pelo qual os passaportes estavam lá foi porque eu achei que teríamos de mostrá-los quando cruzássemos a fronteira com a França. Tudo isso aconteceu muito rápido. Eles conseguiram fugir em velocidade antes que pudéssemos alcançá-los, especialmente porque paramos no pedágio. Este não foi um incidente isolado, pois uma mulher na França me contou exatamente a mesma coisa aconteceu a ela na rodovia.

Quando reportamos o roubo para a polícia em Barcelona, esperamos com outras 25 pessoas que tinham sido roubadas. Fomos informados pela polícia que, às vezes, eles têm mais de 100 incidentes de roubos em um dia em Barcelona, reportados naquela delegacia em Las Ramblas. Felizmente, a bolsa, exceto o dinheiro e a câmera, foi encontrada, atirada numa plataforma de trem no subúrbio. Eu tinha a reserva do nosso hotel na bolsa, então alguém conseguiu entrar em contato conosco para devolver a bolsa. Eu nunca vi nenhum policial na rodovia ao dirigir para Barcelona.


Dicas que Você Pode Usar para Ajudá-lo a Garantir sua Segurança ao Dirigir em Barcelona

Barcelona tem um sistema de transporte público de primeira classe e, a menos que você tenha necessidades especiais, um carro não é realmente necessário.

Se você precisar dirigir, então tente não atrair a atenção para o fato de que você é um turista. Os turistas são bons alvos, pois sempre terão pertences de valor convenientemente arrumados em malas, além de máquinas fotográficas e dinheiro para as férias etc.

Você pode ajudar a evitar atrair a atenção, garantindo que todos os seus itens de valor estejam trancados em segurança, fora da vista. Mantenha as janelas fechadas e mapas fora da vista. Não deixe objetos de valor, como carteiras, câmeras, laptops e bolsas, nos bancos do carro, onde podem ser vistos claramente por outro motorista.

Leve um celular com você, caso precise fazer uma ligação de emergência.


Voltar ao Topo da Página